E ESTA PAREDE “OCA” É UM PROBLEMA DE RESISTENCIA DO DRYWALL E DO STEEL FRAME, O TIJOLO NÃO É MAIS FIRME QUE ESTA PAREDE????

Um dos principais questionamentos que o sistema tanto em Steel Frame e especialmente em Drywall recebe é a questão de a parede parecer “oca”. Até parece um ritual, a primeira coisa que todos fazemos é bater com os dedos na parede para ouvir o som “oco” da parede.

 Feito o ritual, vem os comentários “Está parede é muito frágil” ou então “Nossa, não dá para prender nada nesta parede” e tem ainda aqueles que não falam nada, mas pensam… isto é ainda pior.

 Mas coloco que isto é extremamente natural, eu mesmo depois de tantos anos em contato com o sistema ainda fico batendo a ponta dos dedos em todas as paredes seja de tijolos, Steel Frame ou Drywall.

 Alguns especialistas em Drywall em suas palestras colocam que ficar batendo assim nas paredes deve ser algum tipo de loucura, pois normalmente as pessoas não ficam batendo nas paredes…. Penso sempre qual será o meu tipo de loucura, pois SEMPRE FAÇO ISTO.

 Para tranquilizar, chamo isto de CULTURA, ou seja, naturalmente o ser humano em suas moradias iniciou pelas cavernas, ou seja, paredes de ROCHA, depois a pedra talhada era o material mais abundante, observa-se as grandes catedrais e palácios medievais e até mesmo as milenares pirâmides. Éramos mais evoluídos naquela época???  Com certeza não, pois utilizávamos muito mais os músculos das pernas e braços do que os nossos neurônios. O GERENCIAMENTO das obras naquele período eram as “correntes e o chicote”, tudo era EXTREMAMENTE PESADO.

 Com o passar do tempo, o ser humano desenvolve novas ferramentas de trabalho, a valorização do ser humano aumenta, máquinas são desenvolvidas a partir de 1900 na Revolução Industrial para que fossem os “músculos” do ser humano. O trabalho pesado e escravo passa a diminuir especialmente nos países democráticos e socialistas que buscam a igualdade entre todos nós.

 PARA QUE ESTOU CONTANDO TODA ESTÁ HISTÓRIA????? Para explicar que não somos loucos ao questionar as paredes de Steel Frame e de Drywall, mas sim para demostrar que a nossa CULTURA ainda é muito recente para este tipo de material. Países por exemplo como Japão, EUA e Chile por utilizarem a mais tempo esta tecnologia devem “BATER MENOS” com os dedos nas paredes do que nós Brasileiros.

 TÁ BOM, mas que este tipo de parede é mais frágil, ela é… e ninguém me convence diferente disto.

 SIM e NÃO. Depende qual a razão que você vai utilizar. Se você estivesse na idade média, onde a constante invasão de “bárbaros” troncudos e em grande número ameaçam invadir seu território ainda concordo que PEDRA LASCADA é o melhor sistema, pois ela é mais resistente a este tipo de ataque. PORÉM se a sua necessidade é maior velocidade de obra, melhor conforto térmico e acústico melhor acabamento e versatilidade com certeza a parede em Drywall e Steel Frame é a opção mais INTELIGENTE.

 OK, mas não dá para prender móveis nesta parede, ela não resiste. BOM, já isto é MITO, se você planejou onde irá colocar os móveis ou peças suspensas, você pode executar uma parede MUITO MAIS BARATA em Drywall planejando as fixações. Já se você tem o perfil de que prefere decidir isto no decorrer da obra, a parede em Steel Frame resiste igual ou até mais cargas que uma parede de tijolo convencional. A vantagem ainda do Steel Frame é que você não precisa de buchas especiais (a maior parte é somente com o parafuso, sem buchas) muito mais rápida e segura que a de tijolos, ainda mais neste tipo de tijolos utilizados hoje que são cada vez mais finos (para pesar menos) e se não acertarmos a junta de cimento provável que teremos problemas. VOCÊ INCLUSIVE JÁ DEVE TER PASSADO POR ESTA SITUAÇÃO de ter um rombo bem maior do necessário que você fez com a furadeira em uma parede de tijolos.

 ENTENDO então que as paredes não devem ser avaliadas somente pela questão de RIGIDEZ pois os materiais utilizados no Drywall e Steel Frame são flexíveis (aço, EPS, LÃ de Vidro, Placas de concreto e Gesso Acartonado) funcionam mais como uma rede que absorvem os impactos do que rígidas como paredes de tijolos.

 EXEMPLO DISTO são imagens que vemos constantemente nos telejornais, em locais de terremoto, a DESTRUIÇÃO e número de mortos sempre é maior em países que utilizam sistemas de blocos e tijolos que “desmoronam” trazendo o grande peso por cima de nossas cabeças. Lembro ainda de um grande terremoto no Japão que a imagem era de um viaduto deitado e as construções continuavam lá, sem ferro retorcido e escavadeiras tentando retirar todo o entulho de desmoronamento.  

 

Mas no BRASIL não tem terremoto… Ok, se você prefere ainda o tijolo, não estou aqui para lhe convencer do contrário.

 

FICOU EM DUVIDA???? Mande o seu comentário para que ele possa ser publicado, sua dúvida pode ser de muitos.

 

NÃO LEU OS TEXTOS ANTERIORES ACESSE TEXTO 1 TEXTO2 TEXTO3 TEXTO4

 

Rafael Brentano

Arquiteto e Urbanista

Extensão em gerenciamento de Resíduos Sólidos

Integrador de sistemas de Automação Residencial

Diretor Aquira Construções Ltda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *